Herois dos Anzóis,Lda.
Telefone +351961843417
Endereço Mercados de Olhão, Bancas 63 e 64, Olhão, Portugal
E-mail heroisdosanzois@gmail.com
 

PEIXE

 

Atum-albacora · Thunnus albacares

Yellowfin tuna · Atún claro

 

O ATUM-ALBACORA, como a maioria dosatuns, tem um corpo alongado, o que o tornaexcelente nadador, fazendo longas migraçõesa grandes velocidades. Possui linhas escurasquase verticais no ventre e a segunda barbatanadorsal, bem como a barbatana anal sãograndes e amarelas.É encontrado no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, formando cardumes que habitammaioritariamente junto à superfície. Pode, noentanto, fazer mergulhos de curta duração atéprofundidades superiores a 500 m, à procurade alimento como lulas, crustáceos e umavariedade de peixes. O pico reprodutivo ocorreno Verão.É pescado com palangre de superfície, saltoe vara e com armações.  

 

Peso mínimo de captura: 3,2KG

 

Curiosidade: O atum-albacora pode nadar ecaçar em águas frias pois consegue manter atemperatura corporal superior à temperaturada água.

Cantarilho · Helicolenus dactylopterus

Bluemouth · Gallineta

 

O CANTARILHO tem um corpo robusto,avermelhado no dorso e rosa-esbranquiçadono ventre com bandas vermelhas nos flancos.Possui espinhos característicos e a boca égrande e escurecida por dentro.É encontrado no Atlântico Nordeste e nosArquipélagos da Madeira e dos Açores, ondehabita no fundo marinho de 200 a 1000 m,muitas vezes associado a destroços submarinos.É uma espécie solitária e agrega-seapenas na altura da reprodução que ocorreno Verão. Alimenta-se de peixes, crustáceose alguns cefalópodes durante o dia, ficandoinactivo durante a noite.É pescado com arrasto e com palangrede fundo. 

 

Tamanho mínimo de captura: N.Def.

 

Curiosidade: O cantarilho tem fertilizaçãointerna; a fêmea armazena o esperma dentrodos ovários durante meses, libertando deforma faseada os embriões dentro de umamatriz gelatinosa.

Carapau · Trachurus trachurus

Horse mackerel · Jurel

O CARAPAU tem um corpo alongado, moderadamentecomprimido, cinzento com matizesazuis no dorso e prateado no ventre e flancos,com uma linha lateral muito pronunciada.É encontrado no Atlântico Nordeste, Arquipélagoda Madeira e Mar Mediterrâneo, ondehabita na coluna de água desde a superfícieaté ao fundo, em zonas costeiras com 100 a200 m de profundidade. Forma grandes cardumesque efectuam migrações consideráveis,alimentando-se de pequenos crustáceos,peixes e moluscos. Reproduz-se de Dezembroa Abril, com um pico em Fevereiro.

Tamanho mínimo de captura: 15cm


Curiosidade: O carapau pode ter diferentesnomes consoante o seu tamanho: jaquinzinho(até 15 cm de comprimento) e chicharro(carapau muito grande).

Cavala · Scomber colias

Chub mackerel · Estornino

A CAVALA tem um corpo alongado semescamas e uma coloração clara e prateadano ventre e cor azul esverdeado mais escurono dorso, com linhas escuras irregulares quelhe dão um aspecto de “tigre”.É encontrada no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, onde habita na coluna de águaem zonas costeiras até 250 m de profundidade.Forma grandes cardumes que são fortementemigradores, permanecendo junto ao fundodurante o dia e subindo durante a noite paracaçar peixes, moluscos e pequenos crustáceos.Reproduz-se de Fevereiro a Abril, momento emque a fêmea desova 100.000 a 400.000 óvulos.É pescada com cerco, arrasto e redes de emalhar.

Tamanho mínimo de captura: 20cm


Curiosidade: A cavala é muito semelhante àsarda (Scomber scombrus), mas a cavala temsardas no ventre e a sarda não, razão pelaqual popularmente se diz que “a sardaé mentirosa”.

Cherne · Polyprion americanus

Wreckfish · Mero

O CHERNE tem um corpo robusto, cabeçagrande e mandíbula proeminente, com doisespinhos operculares, uma crista óssea euma coloração castanho-acinzentada oucinzento-azulada.É encontrado no Atlântico Nordeste e arquipé-lagos da Madeira e dos Açores, nas camadassuperficiais da coluna de água em juvenile em zonas com profundidades entre os 100e os 200 m em adulto. Os juvenis formamcardumes e encontram-se junto a objectosflutuantes, enquanto os adultos são solitários,podendo ser observados em grutas ou emdestroços. Alimenta-se de crustáceos, moluscose peixes. Reproduz-se de final de Julho atéao início de Outubro, com desovas múltiplas.É pescado com redes de emalhar e compalangre de fundo.


Tamanho mínimo de captura: N.Def.


Curiosidade: O cherne é um peixe de vida longa,podendo os machos ultrapassar os 80 anos eas fêmeas os 60 anos.

Congro · Conger conger

Conger · Congrio

O CONGRO ou SAFIO tem um corpo longo,sem escamas, esguio e arredondado, semelhanteao de uma cobra, podendo atingir maisde 2 m de comprimento. Apresenta uma cornegra ou cinzenta no dorso e mais clara noventre, e tem uma boca grande com bordosgrossos, maxilas fortes e dentes pontiagudos.É encontrado no Atlântico Nordeste, Arquipélagosda Madeira e dos Açores e Mar Mediterrâneo,onde habita as águas junto ao fundo, podendoviver em profundidades superiores a 1000 m.Durante o dia abriga-se nas fendas rochosas deonde sai à noite para caçar peixes, crustáceose cefalópodes, mas também caça na coluna deágua. Reproduz-se nos meses de Verão, afastadoda costa e a grandes profundidades.É pescado com redes de emalhar.


Tamanho mínimo de captura: 58cm


Curiosidade: Quando atingem a maturidadesexual, os congros migram para as regiõestropicais e subtropicais do Atlântico, ondese reproduzem, morrendo de seguida. Osjuvenis fazem a viagem de regresso quandoatingem os 2 anos.

Corvina · Argyrosomus regius

Meagre · Corvina

A CORVINA tem um corpo alongado que podeatingir grandes dimensões, escamas oblíquas,cor prateada com o dorso escurecido e umaboca grande com dentes em várias fiadas.É encontrada no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, onde habita em toda a colunade água, em zonas entre os 15 e os 200 mde profundidade. É migradora e alimenta-sede peixes e crustáceos. Reproduz-se deAbril a Julho, desovando em estuáriose lagoas costeiras.É pescada com redes de emalhar e tresmalho.


Tamanho mínimo de captura: 42cm


Curiosidade: Durante a época de reprodução,as corvinas produzem sons semelhantes a umroncar, para atrair os indivíduos da espécie paraum mesmo local de desova. Os pescadoresusam esses sons para detectar os cardumese lançar as suas redes.

Dourada · Sparus aurata

Gilt-head seabream · Dorada

A DOURADA tem um corpo muito ovaladode cor cinzento-prata e uma mancha douradaentre os olhos, origem do nome “dourada”.É encontrada no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, onde habita a coluna de águaem zonas até 150 m de profundidade. Vivesolitária ou em pequenos grupos e alimenta-sede moluscos, crustáceos e ouriços-do-mar.Reproduz-se de Outubro a Dezembro e, apesarde desovar no mar, os juvenis procuram aprotecção dos estuários para se desenvolverem.É pescada com arrasto e redes de emalhar,sendo a segunda espécie mais produzida poraquicultura em Portugal, apenas ultrapassadapelo pregado.


Tamanho mínimo de captura: 19cm


Curiosidade: A maioria das douradas nascemacho e só com a maturação sexual é quese pode converter em fêmea. Este hermafroditismosequencial ocorre também nossargos e gorazes.

Espadarte · Xiphias gladius

Swordfish · Pez espada

O ESPADARTE tem um corpo largo e robusto,sem escamas, negro azulado no dorso e maisclaro no ventre, com um focinho alongado queforma uma característica espada achatadaque usa para dividir os cardumes e parase defender.É encontrado no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, onde habita na coluna de águaaté aos 800 m de profundidade. É solitário,altamente migrador, muito voraz e agressivo,ingerindo as suas presas de uma só vez.Reproduz-se de Janeiro a Outubro, desovandoem águas mais quentes e migrando paraáguas mais frias para se alimentar de cefaló-podes e de um largo espectro de peixes.É pescado com palangre de superfície.

Tamanho mínimo de captura: 125cm/25kg

Curiosidade: A cauda do espadarte em formade meia-lua permite-lhe atingir velocidadesde 100 Km/h e realizar saltos na água.

Goraz · Pagellus bogaraveo

Blackspot seabream · Goraz

O GORAZ tem um corpo oval de tons avermelhadoscom uma mancha negra junto à cabeçae o interior da boca é laranja-avermelhado.É encontrado no Atlântico Nordeste, ondehabita junto ao fundo marinho até aos 700 m,mas os juvenis vivem mais junto da costa,em cardumes. Alimenta-se de crustáceos,moluscos e pequenos peixes. Reproduz-seno Verão e no Outono.É pescado com palangre de fundo, mas temsido alvo de estudos para a sua produçãoem aquicultura.


Tamanho mínimo de captura: 25cm


Curiosidade: O goraz é tradicionalmente aespécie-alvo mais importante da pesca compalangre de fundo nos Açores.

Linguado · Solea solea

Sole · Lenguado

O LINGUADO, muito semelhante ao Linguado--do-Senegal (Solea senegalensis), tem umcorpo oval e achatado, habitualmente de corbranca na parte inferior e castanha escurana parte superior, onde se encontram ambosos olhos. Assemelha-se ao fundo onde habita,o que lhe permite camuflar-se.É encontrado no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo; os adultos habitam em zonascosteiras até 200 m de profundidade e osjuvenis preferem estuários. Alimenta-se depequenas minhocas, moluscos e pequenoscrustáceos. Reproduz-se de Janeiro a Abril.É pescado com arrasto, redes de emalhare tresmalho.


Tamanho mínimo de captura: 24cm


Curiosidade: Ao longo das primeiras etapasde vida do linguado o olho esquerdo migrapara o lado direito do corpo, permitindo-lheviver semienterrado mas com ambos osolhos de fora.

Pargo ·Pagrus pagrus 

Red porgy · Pargo

O PARGO tem um corpo oval, robusto, rosaprateadocom uma linha lateral distinta deescamas até à barbatana caudal.É encontrado no Atlântico Nordeste, no Arquipélagoda Madeira e Mar Mediterrâneo, ondeos juvenis se encontram em zonas poucoprofundas e abrigadas, migrando para zonasmais profundas ao longo da vida, até aos 300 m.Alimenta-se de outros peixes, crustáceose cefalópodes. Reproduz-se na Primaverae início do Verão.É pescado com redes de emalhar.


Tamanho mínimo de captura: 20cm


Curiosidade: A maioria dos pargos nasce fêmeae só com a maturação sexual é que se podeconverter em macho.

Peixe-espada-preto · Aphanopus carbo 

Black scabbardfish · Sable negro O 

PEIXE-ESPADA-PRETO tem um corpo achatado em forma de fita de cor preto iridescente e uma cauda fina e bifurcada. Possui olhos e boca grandes e não tem escamas. É encontrado em Portugal Continental na zona de Sesimbra e também nos Arquipélagos da Madeira e dos Açores, onde habita em zonas de grande profundidade, entre os 200 e os 1600 m. Sobe na coluna de água durante a noite onde se alimenta de peixes, cefalópodes e crustáceos. Reproduz-se de Outubro a Janeiro, tendo um ciclo de vida longo, crescimento lento e baixo ciclo reprodutivo, o que o torna muito sensível a alterações do meio. É pescado com palangre de fundo, que pode ter mais de 1 km. 

Tamanho mínimo de captura: N.Def. 

Curiosidade: Apesar da semelhança de nome com o peixe-espada-branco (Lepidopus caudatus), estes peixes diferem em muito mais do que a cor pois são de famílias diferentes.

Peixe-galo · Zeus faber

John Dory · Pez de San Pedro

O PEIXE-GALO tem um corpo arredondado,achatado lateralmente, e a barbatana dorsalcom espinhos fortes com membranasprolongadas em filamentos longos. É verdeacinzentadoe dourado com uma característicamancha negra de ambos os lados do corpo.É encontrado no Atlântico Nordeste, Arquipé-lagos da Madeira e dos Açores e Mar Mediterrâneo,onde habita águas junto ao fundomarinho desde a costa até aos 400 m.Alimenta-se de outros peixes e por vezesde lulas e chocos. Reproduz-se no fim doInverno e início da Primavera.É pescado com redes de emalhar e compalangre de fundo.

Tamanho mínimo de captura: N.Def. 

Curiosidade: O corpo achatado do peixe-galotorna-o quase invisível quando visto de frente,permitindo que se aproxime incólume dassuas presas, atacando-as através das suasmandibulas muito extensíveis.

Pescada-branca · Merluccius merluccius

European hake · Merluza europea

A PESCADA-BRANCA tem um corpo alongado,uma boca grande preta com numerososdentes e uma mandíbula proeminente, sendoo dorso acinzentado, os flancos claros e oventre branco.É encontrada no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, onde habita em águas junto aofundo, entre os 30 e os 1000 m. Forma cardumesque migram para zonas mais profundasno Inverno. Permanece no fundo duranteo dia, deslocando-se à noite para a colunade água para se alimentar de peixes comoa anchova, a sardinha e o arenque. Reproduz-seprincipalmente de Janeiro a Abril.É pescada com arrasto e redes de emalhar.


Tamanho mínimo de captura: 27cm


Curiosidade: Existem várias espécies de pescadano mundo, todas do género Merluccius e amplamenteutilizadas na alimentação, como é ocaso da pescada-do-Chile (Merluccius australis)e a pescada-do-Pacífico (Merlucciusproductus).

Robalo · Dicentrarchus labrax

Sea bass · Lubina

O ROBALO tem um corpo alongado de corcinzento-prateado com reflexos azuis ou verdes.É encontrado no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, onde habita junto aos estuáriosenquanto juvenil, suportando águas de baixasalinidade. Quando adulto habita águas até aos100 m de profundidade. Os juvenis formamcardumes em conjunto com outras espécies,enquanto os adultos vivem solitários.Alimenta-se de crustáceos, peixes e moluscos.Reproduz-se de Janeiro a Abril.É pescado com arrasto e redes de emalhar.É a terceira espécie mais produzida poraquicultura em Portugal, depois do pregadoe da dourada.


Tamanho mínimo de captura: 36cm


Curiosidade: O robalo pode ser confundidocom a baia (Dicentrarchus punctatus), masapenas quando juvenil, pois a baia não atingeas mesmas dimensões do robalo.Estes peixes distinguem-se pelas manchasnegras que estão presentes apenas nosflancos da baia.

Salmonete · Mullus surmuletus

Red mullet · Salmonete

O SALMONETE é um peixe de pequenasdimensões, avermelhado e com três bandasamarelas longitudinais.É encontrado no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, onde habita o fundo do mar atéaos 100 m. Forma cardumes e alimenta-sede crustáceos, pequenos moluscos e peixes.Reproduz-se do final do Inverno até ao iníciodo Verão, permanecendo os juvenis na colunade água, apenas indo para o fundo quandoatingem a idade adulta.É pescado com arrasto e redes de emalhar.

Tamanho mínimo de captura: 18cm 

Curiosidade: Os dois barbilhões debaixo doqueixo do salmonete são órgãos sensoriais queusa para tactear o fundo e encontrar comida.

Sardinha · Sardina pilchardus

Sardine · Sardina

A SARDINHA tem um corpo alongado cobertode escamas, com uma cor azul-prateada maisescura no dorso do que nos flancos e ventreonde apresenta uma cor mais clara e prateada.É encontrada no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, onde habita na coluna deágua em zonas costeiras de 25 a 100 m deprofundidade. Efectua migrações em grandescardumes que durante o dia se protegem dospredadores em águas mais profundas e à noitesobem para águas mais superficiais para sealimentarem de algas e pequenos crustáceos.Reproduz-se de Outubro a Abril, altura em queé mais magra, e a fêmea pode desovar 50.000a 60.000 óvulos.É pescada com cerco.

Tamanho mínimo de captura: 11cm 

Curiosidade: A sardinha é o peixe maispopular das festas e arraiais de Verão, mas étambém a principal espécie usada na indústriaconserveira portuguesa, que absorve quasemetade das capturas da frota nacional.

Sargo · Diplodus sargus

White seabream · Sargo

O SARGO tem um corpo oval de cor prateada,com nove bandas negras verticais e uma manchanegra característica junto à barbatana caudal.É encontrado no Atlântico Nordeste, Arquipélagoda Madeira e Mar Mediterrâneo, ondehabita estuários em juvenil e profundidadesaté 150 m em adulto. Alimenta-se principalmenteà noite de moluscos, crustáceos,ouriços-do-mar e algas que encontra no fundo.A reprodução ocorre no final do Inverno einício da Primavera, momento em que formagrandes cardumes.É pescado com arrasto e redes de emalhar.

Tamanho mínimo de captura: 15cm 

Curiosidade: O sargo apresenta uma fortedentição com várias séries de dentes incisivose molares em ambos os maxilares, que lhepermitem esmagar os crustáceos e bivalvesde que se alimenta.

Tamboril · Lophius piscatorius 

Monkfish · Rape

O TAMBORIL, muito semelhante ao Tamboril--preto (Lophius budegassa), tem um corpocaracterizado pela cabeça larga e achatada,o dorso escuro e o ventre mais claro.É encontrado no Atlântico Nordeste e MarMediterrâneo, onde habita no fundo marinhoaté aos 500 m. Alimenta-se essencialmentede peixes e cefalópodes. Reproduz-se deFevereiro a Julho, momento em que a fêmeadesova até 1 milhão de ovos num cordão gelatinosoque pode ter até 10 m de comprimento.É pescado com arrasto e redes de emalhar

Tamanho mínimo de captura: 11cm 

Curiosidade: O tamboril é um fraco nadador,tendo na cabeça um penacho (espinha modificada)que funciona como uma cana de pescaque atrai os peixes de que se alimenta.

 
OUTRAS ESPÉCIES
 
CONTATOS
// Ресайз iframe-а фримиум баннера